Como transformar casas antigas em fontes de renda com aluguel de temporada?

Você tem uma casa antiga que não usa mais e está pensando em se desfazer dela? Antes de tomar essa decisão, que tal considerar a possibilidade de transformá-la em uma casa de temporada e gerar uma renda extra com ela?

Nesse conteúdo, vamos falar sobre as vantagens e desvantagens de reformar casas antigas para alugar para temporada. Vamos comparar com outras opções de investimento, como vender a propriedade ou aplicar o dinheiro em renda fixa ou variável. 

Também vamos mostrar como você pode contar com uma gestão profissional que cuida de todos os detalhes operacionais da locação. Desde a criação do anúncio até o atendimento aos hóspedes, passando pela manutenção e limpeza da casa. Acompanhe!

Vender ou reformar casas antigas: o que vale mais a pena?

Homem segurando chave em frente de uma casa antiga.

A resposta para essa pergunta depende de vários fatores: o estado da casa, a localização, o mercado imobiliário, o seu perfil de investidor e os seus objetivos financeiros. Por isso, é importante fazer uma análise cuidadosa antes de tomar uma decisão.

De modo geral, vender uma casa antiga pode ser uma opção mais rápida e simples, mas nem sempre é a mais rentável. Isso porque o valor de venda pode ser baixo em relação ao potencial da propriedade, especialmente se ela precisar de reformas ou estiver em uma área pouco valorizada.

Por outro lado, reformar uma casa antiga para alugar por temporada pode ser uma opção mais lucrativa e sustentável, mas também mais trabalhosa e arriscada. Isso porque você vai precisar investir tempo e dinheiro na reforma, na decoração, na divulgação e na gestão da propriedade. 

Além disso, você vai estar sujeito às oscilações da demanda e da concorrência do mercado de aluguel de temporada.

Para ajudar você a comparar as duas opções, vamos ver alguns dados estatísticos que dão embasamento às informações trazidas.

Comparativo de rentabilidade

Uma das principais vantagens de reformar casas antigas para alugar por temporada é a possibilidade de obter uma rentabilidade maior do que a venda ou outros tipos de investimento.

Segundo um estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), o retorno médio anual do aluguel residencial no Brasil foi de 4,72% em 2020. Já o retorno médio anual do aluguel por temporada foi de 8,29%, quase o dobro.

Isso significa que, se você tiver uma casa antiga avaliada em R$300 mil e decidir vendê-la, você vai receber esse valor uma única vez. Mas se você reformar essa casa e alugá-la por temporada, você pode receber cerca de R$24.870 por ano (considerando uma taxa de ocupação média de 50% e um valor médio diário de R$165).

Além disso, se você comparar o aluguel por temporada com outros investimentos fixos e variáveis. Os rendimentos vindos de poupança, CDB, Tesouro Direto, fundos imobiliários e ações, tem um retorno menor, quando comparado ao aluguel de temporada, na maioria dos casos.

Saiba mais: Como ganhar uma renda extra com aluguel de temporada.

Comparativo de manutenção

Casal andando na rua em frente a uma casa antiga.

Outro aspecto que deve ser levado em conta na hora de decidir, entre vender ou reformar casas antigas, é o custo de manutenção da propriedade.

Vender uma casa antiga pode ser uma forma de se livrar dos gastos com impostos, taxas, seguros e reparos que ela pode gerar. Porém, esses gastos podem ser compensados pela receita do aluguel por temporada, se você souber administrar bem o seu imóvel.

Reformar uma casa antiga para alugar por temporada exige um investimento inicial para deixá-la confortável, segura e atrativa para os hóspedes. Além disso, é preciso arcar com os custos fixos e variáveis da propriedade, como IPTU, condomínio, água, luz, internet, limpeza, lavanderia, manutenção e marketing.

No entanto, esses custos podem ser reduzidos se você tiver uma gestão eficiente e otimizada da sua casa de temporada. 

Por exemplo: você pode usar sistemas de automação para controlar o consumo de energia e água; contratar serviços terceirizados de qualidade e com preços justos; e divulgar a sua propriedade em plataformas digitais que cobram comissões razoáveis.

Comparativo de impostos

Por fim, outro fator que pode influenciar na sua escolha entre vender ou reformar casas antigas é a carga tributária que incide sobre cada opção.

Vender uma casa antiga pode gerar um imposto sobre a renda de 15% sobre o ganho de capital. Essa é a diferença entre o valor de venda e o valor de compra do imóvel. 

Porém, esse imposto pode ser isento ou reduzido em algumas situações. Caso o valor de venda for inferior a R$440 mil, se o imóvel for o único que você possui ou se você usar o valor da venda para comprar outro imóvel em até 180 dias é possível a isenção.

Já ao reformar uma casa antiga para alugar por temporada também gera um imposto sobre a renda de 15% sobre o lucro líquido. Essa é a diferença entre a receita e as despesas da propriedade. 

Porém, esse imposto pode ser abatido ou compensado em algumas situações. Isso ocorre caso você tenha prejuízos em outros meses ou deduza os custos com reforma, depreciação e amortização do imóvel.

Gestão profissional de casa de temporada é com a WelHome

Homem fotografando casa antiga.

Como você pode ver, reformar casas antigas para alugar por temporada pode ser uma ótima alternativa para transformar sua propriedade em uma fonte de renda extra. No entanto, essa opção também exige mais trabalho e responsabilidade da sua parte.

Se você não quer ter que lidar com os detalhes operacionais da sua casa de temporada, você pode contar com a ajuda de uma empresa de gestão profissional, como a WelHome. Assim, você não precisa se preocupar com itens como o anúncio da propriedade,  atendimento ao hóspede, manutenção e limpeza.

Além disso, ao contratar a WelHome você está garantindo o cuidado com todos os aspectos relacionados à locação de casas de temporada. Desde a criação de conteúdo e gerenciamento de serviços terceirizados até a otimização de preços e ocupação.

Ao contratar uma empresa de gestão profissional, você terá mais tranquilidade e segurança para aproveitar os benefícios do aluguel por temporada. Além disso, você vai maximizar o retorno financeiro da sua propriedade, pois vai contar com uma equipe especializada que sabe como atrair e fidelizar os hóspedes.

Saiba mais: Conquiste as primeiras reservas na sua casa de temporada.

Conclusão

A transformação de casas antigas em casas de temporada pode ser uma fonte valiosa de renda. A decisão entre vender ou reformar deve ser baseada em uma avaliação cuidadosa dos fatores financeiros e pessoais. 

Se você optar por transformar sua casa antiga em uma fonte de renda, a gestão profissional de locação de temporada feita pela WelHome é fundamental. Com ela, é possível aliviar suas preocupações com detalhes operacionais, permitindo que você maximize sua receita sem as complexidades da gestão.

Esteja ciente de que cada situação é única. Assim, procurar orientação profissional e fiscal ao tomar essa decisão é fundamental. Por fim, a escolha entre vender e alugar sua casa antiga depende de seus objetivos e prioridades financeiras.

Gostou deste conteúdo? Então, descubra mais sobre a taxa de ocupação em aluguel de temporada vs. mercado hoteleiro: diferenças e estratégias.

Compartilhe com amigos

Share on Facebook
Share on Twitter
Share on Linkdin
Share on Pinterest

Deixe um comentário

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Outros Posts