Foi banido do Airbnb? A WelHome pode te ajudar! 

Como a maior plataforma de locação de temporadas do mundo, o Airbnb tem uma série de regras. Elas auxiliam que o portal se mantenha com a referência e credibilidade ao longo dos anos. Por isso, certamente você já deve ter ouvido de algum hóspede banido do Airbnb, certo? Mas você sabia que isso também é válido para o outro lado? Pois é! O anfitrião também pode ser banido da plataforma.

Ao longo do tempo, o Airbnb ficou conhecido por levar a sério o bom funcionamento da plataforma. Isso vai além de ser apenas um site de aluguel de temporada e inclui o senso de comunidade. Por isso, o ele disponibiliza sua política própria.

Nela, uma série de informações são compartilhadas, trazendo o que a plataforma espera em diversos pontos. Trata do respeito dos cuidados com segurança, privacidade, comunicação, cancelamentos e reembolsos, anti-discriminação e acessibilidade. Além disso, inclui a parte do anúncio em si, como conteúdo e avaliações, formas de pagamento, dicas para hospedar e oferecer experiências. 

Importante: como citado acima, o Airbnb se preocupa no desempenho da plataforma enquanto comunidade. Isso quer dizer que as políticas são importantes tanto para os hóspedes quanto para os proprietários.

Para que você esteja ciente das regras, é fundamental conhecer os Termos Legais do Airbnb. Eles são disponibilizados pela plataforma e norteiam em um bom comportamento pelo site.

Vale ressaltar que o desrespeito ao que está informado nesses dois acordos pode acarretar em notificações, punições e até mesmo um banimento permanente da plataforma. 

Conheça os pontos que podem banir o proprietário do Airbnb

Com base nas políticas de comunidade do Airbnb, existem alguns comportamentos e práticas que devem ser evitados pelos proprietários. A seguir, você pode conferir alguns itens que geram notificações de atenção ou até mesmo podem banir o proprietário do Airbnb:

  1. Receber qualquer tipo de pagamento à parte da plataforma. Todos os pagamentos devem ser feitos exclusivamente dentro do Airbnb;
  2. Compartilhar um número de Whatsapp na conversa com o futuro hóspede durante a negociação, ainda que de forma codificada.  Caso você faça isso, o próprio algoritmo da plataforma oculta a mensagem e quem fez o envio do contato é notificado;
  3. Ter um baixo desempenho nas médias e avaliações. O Airbnb preza pela experiência do hóspede e leva em consideração se a avaliação traz pontos de melhoria. Caso o anfitrião não se esforce para melhorar esses pontos, ele pode receber uma notificação;
  4. Oferecer acomodações sujas ou inseguras. É função do proprietário manter o espaço limpo, organizado, sem sinais de mofo, pragas, resquícios de veneno para insetos, dentre outros cuidados;
  5. Fazer um anúncio que não condiz com a realidade da acomodação;
  6. Não realizar um contato eficaz. Desde a negociação até o período de estadia, demorar tempo demais para as respostas e ou dar retornos imprecisos prejudicam na boa comunicação;
  7. Cancelar reservas sem motivos claros, como um problema na acomodação ou alguma situação de saúde grave;
  8. Hospedar sem as licenças e/ou permissões exigidas pela legislação local.

Cada vez que um proprietário não cumpre alguma política, seja de comportamento com o hóspede ou nos anúncios, o Airbnb envia uma notificação por e-mail. Por isso, é fundamental que o proprietário fique atento a essas comunicações.

Proprietário banido do Airbnb: o que acontece na prática?

A ação de ser banido do Airbnb ocorre de maneira permanente. Ou seja, não tem volta. O dono da conta que apresentou problemas não poderá usar os mesmos dados pessoais para criar outro perfil, por exemplo.

É importante lembrar que nem todos os casos de infração de alguma regra do Airbnb serão banidos da plataforma. Em alguns casos, o Airbnb suspende o anúncio. Neste caso, a propriedade para de aparecer nas buscas temporariamentes, mas as reservas permanecem. Neste caso, a plataforma solicita que o anfitrião faça algumas alterações no anúncio. É preciso fazê-las para reativá-lo.

O AirBnb não fornece a quantidade de notificações que levam ao usuário a ser banido permanetemente. Por isso, é fundamental ficar atento ao que pode ou não pode tanto no anúncio quanto na experiência com o hóspede como um todo.

Fui banido permanentemente, e agora?

Calma que a WelHome tem a solução! O primeiro ponto que precisa ficar claro é: a saída não está em realizar um cadastro com um e-mail diferente. Isso porque a plataforma que registra os seus dados pessoais não permite fazer o cadastro em seu nome. Então, como a gente consegue te ajudar? Vamos explicar!

Cadastramos o seu imóvel na plataforma e realizamos a gestão completa dele! Seremos os responsáveis por desenvolver o seu anúncio no Airbnb, manter o contato ativo com o hóspede com atendimento personalizado e garantir uma boa experiência na propriedade, para que ela receba boas avaliações. 

Além do Airbnb, anunciamos seu imóvel em outras plataformas, melhoramos sua presença digital considerando as sazonalidades e buscando sempre um aumento na lucratividade do seu ativo.

Além de resolver seu problema ao ser banido do Airbnb, a sua experiência digital é aprimorada. Com isso, você reduz a sua preocupação com a gestão do anúncio e da propriedade para locação.

Quer otimizar seu processo de locação? Venha para a WelHome! Conheça nossos planos e fale com a gente!

Compartilhe com amigos

Share on Facebook
Share on Twitter
Share on Linkdin
Share on Pinterest

Deixe um comentário

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Outros Posts